Opinião

Por Gustavo Noronha, em 13/11/2012 às 11:46  

O Observador Político falhou em sua missão

Tamanho da fonte: a-a+

Eu fui um grande entusiasta do Observador Político desde o seu lançamento. A ideia de um espaço de debate apartidário para temas de importância da agenda nacional, com um corpo editorial pluripartidário me deu grandes esperanças de que teríamos de fato um ambiente para fazer com que o debate fosse aprimorado e saísse do Fla x Flu político de sempre.

Infelizmente, acompanhando os posts dos perfis oficiais do Observador Político, tanto aqui no OP quanto no Facebook, o que eu percebo é que o trem descarrilou. O perfil do OP no Facebook se engajou fortemente na campanha municipal paulistana, fazendo críticas , tecendo opiniões e ironias quase que exclusivamente contra o candidato do PT, Fernando Haddad.

E o perfil do OP no Facebook continua na campanha contra partidários petistas, fazendo troça e ironizando os envolvidos no esquema do mensalão. Veja esse post de hoje, por exemplo:

Tem explicação para tanta pena do Zé Dirceu? Ele não foi um dos políticos mais poderosos do governo Lula? Não é quem dá as cartas em um dos partidos mais fortes do país? Não foi ele quem ajudou a nomear os ministros que o julgaram? Não contratou um dos melhores advogados do Brasil? Não é ele que tem amigos influentes? … Ele deve saber se defender, não é? (Veja no facebook)

Explicito aqui que a questão não é que eu concorde ou discorde do post – eu concordo com o post! Mas um post desses não é algo que se espera de algo que se propõe espaço de debate apartidário. Instigar a discussão, sim, opinar, criticar e ironizar, no entanto, não cabem a perfis oficiais de tal espaço, principalmente quando praticamente todos os posicionamentos são contrários a um partido específico – que tem sido o caso.

Eu tentei de diversas formas obter algum tipo de reação do OP sobre esses fatos – enviei mensagem no fale conosco, abri uma discussão, enviei mensagens pessoais para membros do conselho editorial e infelizmente não obtive resposta. Assim sendo, só me resta desistir dos meus planos de voltar a ser ativo no Observador Político e me desligar do projeto por agora, na esperança de que essa questão será revista num futuro próximo e o espaço volte aos trilhos de sua missão.




27 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por roberto argento filho argento, em 14/11/2012 às 10:54

E por falar em LINUX, PIPA, SOPA ... Continue, mesmo que esporadicamente (em canpanha: Volta Elza!!!)

Por mario jota, em 14/11/2012 às 09:04

Já ví vários posts criticando a falta de idéias, alternativas para o país, críticas a alguns OPs sobre a maneira agressiva de criticar e se posicionar sobre determinados assuntos e partidos políticos. Em primeiro lugar, já estamos saturados de boas ideias e alternativas para o país que numca dão certo e numca levam a lugar nenhum. Em segundo lugar, todos e todos são iguais ( em termos de atitudes ) em suas preferências partidárias ou ideológicas. Cada um na sua defendendo o indefensável. O que isso significa? que estamos sem direção. Em terceiro lugar, as críticas dos OPs direcionados a um determinado partido se deve a incoerência de posição deste mesmo partido. Por fim, não é necessário ficar postando idéias e sim discutir os problemas brasileiros, suas causas e soluções. Nada mirabolante, nada acadêmico e direto e reto. Sem covardia. Os que criticam asperamente e com muita ironia, estão corretos e exasperados com a situação atual do país.

Por Paulo Ferreira, em 14/11/2012 às 13:00

@mario130852 , concordo. O modelo é esse mesmo, tem de trocar o comando, o PSDB é a alternativa pelos quadros de pessoal que possui, o Lula parou de se candidatar ao legislativo pois pensou que só o executivo teria poder, quando lá chegou houve o mensalão para conseguir governar, isso é fato. Mas reformas não são feitas só pelo executivo, vide o código civil que não contemplava casamento entre pessoas do mesmo genero, esse código estava desatualizado, existe na sociedade ocupantes do poder com noção diferente, e a demora em resolver problemas no país está incomodando, precisam ser trocados. Mas um votinho não faz diferença, é que o PSDB não concordaria, mas deveriam dar um golpe civil e militar no Brasil e rancar os incompetentes de varios postos, uma espécie de anarquismo institucional e isso não vamos fazer, pense que a administração regional em São Paulo já é toda militar se não me engano apenas 1 é civil, faltam quadros militares para repor, talvez Colegio Militar ou o Instituto de Praia Vermelha forneçam cabeças, mas não tem tantos quadros suficientes pra tocar o barco, o estado está desarticulado, então vamos votando por enquanto.

Por mario jota, em 14/11/2012 às 09:06

@mario130852 Só compementando: sabe o por que do Ministro Joaquim Barbosa ser tão popular atualmente? Ele fala e age com obviedade. Se está certo, ok. Se está errado, ferro!!! Simples assim.

Por Paulo Ferreira, em 14/11/2012 às 15:02

@mario130852 , uai acho que ele tem perfil para ser o Primeiro Presidente Negro do Brasil, já perguntaram a ele se ele topa ? Deve haver muitos outros candidatos, o chefe do EMFA toparia ?

Por erikssom patos, em 14/11/2012 às 08:28

Gustavo Noronha, de volta ao seu post caiu a ficha, o OP vale apena, porque aqui quem escreve é autentico, não apenas tenta escrever certinho e de forma acadêmica, a voz vem das ruas, da experiencia no cotidiano. Outra coisa, não deixe o seu post virar sonda em solo de marte, pois aqui tem gente.

Por Paulo Ferreira, em 13/11/2012 às 23:36

O O.P. é assim, alguém abre uma discussão que considera relevante para o país, expõe e argumenta, os demais concordam, discordam, propõe alternativas demonstrando com argumentos, embasam citando links, tentam justificar financeiramente, ideologicamente, filosoficamente, religiosamente, seja para melhoria social, seja para melhoria economica. Que tal um post sobre os gastos com a copa do mundo no Brasil e seus beneficios versus gastos com educação e seus beneficios comparando-os num periodo de 8 anos, estudos sobre o que aconteceu economicamente e socialmente onde as copas anteriores foram realizadas ? Não ia faltar munição pra ambos os tres lados. Mas se foi/for aberta, vai haver muitas piadinhas e poucos argumentos, nesse ponto os observadores estão falhando seriamente. Vide o caso "enrustido" da defloração da modelo pelo japones do 1,5 milhão. Este post poderia levar a propostas de legalização da prostituição, os contras e os afavor, as causas que levam para esta atitude e as formas de evitar, e ai saimos de novo em falta de investimento no povo, falta de educação, de renda, de conceitos morais, de religião, mas a discussão é velada, todos tem um medinho, medão, medonho, fala ai Gustavo que tal abrir uns posts bem irados pra ver as "OPinetes" do O.P. fugirem do confronto.

Por erikssom patos, em 14/11/2012 às 08:35

@sphgf, você também é gente, isso prova de que a sonda do Noronha não está em solo marciano. Fui ao zoológico com as crianças dar pipoca aos macacos, e de lá resolvi ir ao circo que estava montado bem ao lado. No palco do circo tinha um adestrador de animais e um elefante. O adestrador de animais dava ordens ao elefante: dois passinhos para a frente, dois passinhos para trás, dois passinhos para a direita, dois pesinhos para a esquerda!... Tem muitas pessoas que assemelham a elefantes, e outras a adestradores...

Por Paulo Ferreira, em 14/11/2012 às 12:45

@patos , Erick, sendo 'o poder' é preciso dialogar, ouvir (o PSDB está ouvindo), mas é preciso agir, adoçar as instituições, presentear as universidades, ocupar o povo, administrar também com a própria equipe, a gente assiste ao circo, mas os animais foram abolidos do circo, né mesmo ? Sobraram os artistas, o administrador do circo, os acionistas e os clientes, parece que os clientes esperam mais ! Não sou esquerdista, sou partidário do DEM. Concordo, se não mando, se não sou artista, nem administrador, nem acionista ou dono, sou o cliente. Logo não posso interferir no espetáculo, por isso solicitei as retiradas das ordens para o progresso, estava interferindo no país, estou tentando ajudar, vamos discutir o país, vamos em frente, samus gente simples, caipira, nda academico.

Por Paulo Ferreira, em 13/11/2012 às 23:19

Quem falhou em que ? Eu não.. toma esta: proposta alternativa eleitoral. Senador Collor em discurso no senado dá a entender que os cargos legislativos das camaras e assembleias não sejam mais via eleição direta pelo povo. Concordo com ele, Que Sejam Por Concurso Público ! Fala ai Gustavo, oce concorda ou você falhou ??

Por Capitão Caverna, em 13/11/2012 às 17:54

Gustavo, o apartidarismo não é desejado. Pelo contrário, esperaria que o site, seu corpo editorial e até mesmo os políticos deixassem suas opiniões claras, e se submetessem ao debate aberto, partidário. Por exemplo, qual o posicionamento do PSDB em relação ao financiamento público de campanha políticas? Qual é a proposta alternativa ao lulo-petismo? O que vemos aqui é a reprodução de artigos de FHC, e diga-se, ignóbeis... A falha não é a presença de um comentário partidário, ou claramente antipetista, mas na tentativas de manipulaçao de opiniões, na falta de debates verdadeiros... Qual político expos-se aqui para um debate franco? FHC responderia, por exemplo, as críticas em relação a sua fraca atuação como oposição, sendo cúmplice do mensalão (na minha opinião), por não ter defendida o impeachemnt de LULA? O OP falha também por permitir e aceitar qualquer conteûdo como opinião, mesmo afrontosas mentiras, proselitismo explicito a favor de uma causa ou partido, intolerancia (as vezes traduzida em xingamentos vulgares), alem da censura velada através da adulteração proposital dos posts... Mas concordo, não há mais espaço para o debate... Talvez o melhor seja sair mesmo, como disse o Froes...

Por Capitão Caverna, em 13/11/2012 às 17:59

@antoniorodrigues PS - assumo como proselitismo a tentativa de propaganda de má-fé, sem intenção do debate. Um viés que é diferente de assumir verdadeiramente uma posição partidária.

Por erikssom patos, em 14/11/2012 às 08:38

@antoniorodrigues, nem o Noronha veio conversar com os opinadores do OP, ele simplesmente deixou sua sonda no solo do OP!

Por Seu Creysson, em 13/11/2012 às 17:41

Gustavo, o OP é perfeitamente democrático. Exigir que seja apartidário seria um pouco demais, não? Pois todos sabemos que é patrocinado pelo PSDB. Não vejo problema algum nisso e o OP, através da sua moderação, tenta "vender seu peixe" para quem quiser confrontar suas idéias/propostas com as demais disponíveis em outros sites/blogs. Cabe a nós, em um debate sadio de idéias, permanecermos vigilantes e atentos. Acredito que, na hipótese de melhorias, deveria haver algum empenho em dificultar a alteração de posts, que se tornou lugar-comum. Uma pena. Fazer o quê? Sinto muito, acreditar que a alteração de posts/comentários seria coisa sem motivação específica, é uma atitude exageradamente ingênua.

Por Prisioneiro do OP, em 13/11/2012 às 12:46

Quanto à falta de resposta dos membros do conselho editorial - desleixo com o site, pouco caso com os observadores e uma trementa falta de educação - a sua constataçãofoi a mesma de trocentos observadores que já reclamaram sobre o assunto. Eu mesmo estou tentando sair há mais de mês e retirar meu nome como observador, mas não consigo! Os bucéfalos não se dignam nem mais a censurar meus xingamentos a eles, artifício que eu tentei usar para ser expulso, mas não logrei êxito. Quanto a fugir do Fla-Flu, é meio impossível. Ele é inerente á discussão político-ideológica. A as ironias, na maior parte das vezes, funcionam bem melhor que um discurso careta.

Por erikssom patos, em 14/11/2012 às 08:41

@bobjaniak, não acredito mais nessa ideia de educação ou falta dela, apenas estamos aqui opinando, mas não é só isso, vem mais coisa por ai, cobranças aos políticos que com certeza leem esse site, não duvide disso. O OP vive e respira. Não se menospreze, temos o nosso valor, porque somos a voz da rua, dos becos, dos grotões...

Por Prisioneiro do OP, em 13/11/2012 às 12:49

@bobjaniak E as ironias...

Por erikssom patos, em 13/11/2012 às 12:44

Gustavo, você acreditou nessa conversa de apartidarismo, de não fla x flu, etc? Eu sou apartidário, você acredita?! Só porque eu sou apartidário eu não posso meter o pau no PT, ou até mesmo nos demais partidos?

Por Jáder Ribeiro, em 13/11/2012 às 12:37

Gustavo. Sempre achei que o OP não conseguiria se apartidário, ou pelo menos, jamais conseguiria esconder que é administrado por psdbistas históricos como Xico Graziano. Xico, em um post pulicado, deixou claro que nunca esqueceu as velhacarias feitas contra ele por outros petistas históricos como Zé Dirceu e Genoíno, lembrando de um episódio em que os mesmos faziam afirmações dizendo que defendiam pobres e que o PSDB defendia os ricos, em uma suposta questão de direitos trabalhistas. Vim para o site sabendo disso. Se vc observarm vai ver que muitos petistas tem um bom espaço por aqui, pois eles tem blogs e tudo o que postam é colocado em destaque. Assim, vistas as devidas proporções, o OP é um espaço aberto às discussões e às trocas de idéias. Para mim isso já basta. Quanto ao trecho a que vc se referiu, não vejo nada demais, pois se refere a fatos. Foi até educado, pois se fosse um petista postando, fique certo que o negócio seria de mal gosto e mal educado. Enfim, coisas da democracia.

Por roberto argento filho argento, em 13/11/2012 às 12:31

Irmãozinho, sou Burro, não consegui dominar suficientemente o Sistema LINUX, para usa-lo a contento. Isto não me impede de Saber da Importância de um sistema alternativo ao Poder Monopolista da Microsoft.

Por tiago jb, em 13/11/2012 às 12:21

Fato. Complemento minha opinião dizendo que não sei diferenciar a alienação de alguns participantes aqui com a alienação que mostra o PT como símbolo de pureza.

Por roberto argento filho argento, em 13/11/2012 às 12:14

Você acha que falhou? - qualquer dia destes seremos transformados em mais PSDBistas (Bostas ou Bestas - tanto faz, basta aconpanhar a "evolução") desde criancinhas. Falhou onde? PL 3722/2012 JÁ!!!

Por roberto argento filho argento, em 13/11/2012 às 12:15

@argento: Por acaso cê acredita em Almoço Grátis?

Por Papa Tango, em 13/11/2012 às 12:05

Foda-se! Uma coisa é ser "apartidário". Outra coisa é ser "conivente".

Por roberto argento filho argento, em 13/11/2012 às 12:16

@papatango: Falô e Disse.

Por Papa Tango, em 13/11/2012 às 12:24

@argento Pode crê!

Por roberto argento filho argento, em 13/11/2012 às 11:51

Por Gustavo Noronha, em 13/11/2012 às 11:46 / opine. O Observador Político falhou em sua missão TAMANHO DA FONTE: A-A+ Eu fui um grande entusiasta do Observador Político desde o seu lançamento. A ideia de um espaço de debate apartidário para temas de importância da agenda nacional, com um corpo editorial pluripartidário me deu grandes esperanças de que teríamos de fato um ambiente para fazer com que o debate fosse aprimorado e saísse do Fla x Flu político de sempre. Infelizmente, acompanhando os posts dos perfis oficiais do Observador Político, tanto aqui no OP quanto no Facebook, o que eu percebo é que o trem descarrilou. O perfil do OP no Facebook se engajou fortemente na campanha municipal paulistana, fazendo críticas , tecendo opiniões e ironias quase que exclusivamente contra o candidato do PT, Fernando Haddad. E o perfil do OP no Facebook continua na campanha contra partidários petistas, fazendo troça e ironizando os envolvidos no esquema do mensalão. Veja esse post de hoje, por exemplo: Tem explicação para tanta pena do Zé Dirceu? Ele não foi um dos políticos mais poderosos do governo Lula? Não é quem dá as cartas em um dos partidos mais fortes do país? Não foi ele quem ajudou a nomear os ministros que o julgaram? Não contratou um dos melhores advogados do Brasil? Não é ele que tem amigos influentes? … Ele deve saber se defender, não é? (Veja no facebook) Explicito aqui que a questão não é que eu concorde ou discorde do post – eu concordo com o post! Mas um post desses não é algo que se espera de algo que se propõe espaço de debate apartidário. Instigar a discussão, sim, opinar, criticar e ironizar, no entanto, não cabem a perfis oficiais de tal espaço, principalmente quando praticamente todos os posicionamentos são contrários a um partido específico – que tem sido o caso. Eu tentei de diversas formas obter algum tipo de reação do OP sobre esses fatos – enviei mensagem no fale conosco, abri uma discussão, enviei mensagens pessoais para membros do conselho editorial e infelizmente não obtive resposta. Assim sendo, só me resta desistir dos meus planos de voltar a ser ativo no Observador Político e me desligar do projeto por agora, na esperança de que essa questão será revista num futuro próximo e o espaço volte aos trilhos de sua missão.