Violência

Por Observador Diário, em 06/11/2012 às 18:20  

São Paulo e União se organizam para enfrentar a onda de crimes no estado

Tamanho da fonte: a-a+

Depois de 90 policiais mortos e uma onda crescente de crimes no Estado, os governos paulista e federal decidem criar uma agência para combater o crime organizado em São Paulo.

Veja o que publicou o site UOL sobre a reunião entre governo estadual e a União em São Paulo:

“A criação de uma “agência de ação integrada” para combate ao crime organizado foi a primeira medida anunciada nesta terça-feira (6) pela parceria entre União e o governo do Estado de São Paulo para enfrentar a onda de violência que deixou ao menos 90 policiais militares mortos só neste ano.

As tratativas, no entanto, descartam o envio de tropas do Exército ou da Força Nacional de segurança para o Estado e não especificam custos e nem o que, de imediato, será feito para evitar novos ataques a policiais e a civis.”

Veja mais: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/11/06/uniao-e-governo-do-estado-de-sao-paulo-anunciam-criacao-de-agencia-para-combater-crime-organizado.htm




5 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por erikssom patos, em 08/11/2012 às 11:11

Apesar de São Paulo ter no Brasil um dos menores índices de homicídios por cada 100 mil habitantes, em função provavelmente por ter uma das policias mais atuantes do país, está demonstrado que esses mecanismos, através das policias ostensivas, tem os seus limites naturais dentro do conjunto de fatores que provocam ou diminuem os homicídios e toda a violência em geral. Todo reforço no policiamento de força e combate direto a violência é bem vindo, mas ele por si só não vai ao amago da causa central e permanente dos homicídios, que é o código penal frouxo que não tira de circulação os criminosos por dezenas de anos. Ainda se pensa que recupera e socializa criminosos reincidentes dando a esses o salvo conduto de se tornarem doutores na pratica da violência e da morte. A vitima é a sociedade que tem que continuar a perder a vida enquanto que um estado ineficiente continua a discutir o sexo dos anjos. A prisão tem que ser temida não pelo abandono que o estado a entregou, mas por ser aquele lugar do qual não se pode sair por 40 ou mais anos. A prisão não pode ser transformada pelo estado em pocilga, mas deve ser aquele lugar em que o criminoso é prisioneiro do TEMPO E DO ESPAÇO QUE ANTES ELE USUFRUÍA E AGORA NÃO PODE MAIS.

Por roberto argento filho argento, em 07/11/2012 às 14:56

@antoniorodrigues: Preocupante são as "desculpas" e "soluções" do poder público (dos candidatos à política inclusive). Uma tendencia (comportamento) está muito clara, para mim: a "Autoridade (genérica)" está muito mais ocupa em manter a Sociedade Ordeira Sob Controle (sob leis e regulamentos) do que atacar e resolver os problemas - (repeteco do que está em "PL 3.722/12 Por Quê Parou?")

Por augusto josé sá campello, em 07/11/2012 às 14:53

Boa tarde. Penso que talvez os paulistas, cidadãos, contribuintes, vão pagar esta fatura. Neste cipoal de notícias, o que ficou perdido? As polícias do Estado de São Paulo conseguiram impor um pouco de ordem e sua consequente diminuição de índices de incidência de alguns tipos de criminalidade. A criminalidade deu a resposta : bandido que não paga a mensalidade do PCC e outras, tem de matar PM para aliviar sua "dívida". Algo bastante semelhante aconteceu aqui no Rio de Janeiro. A PM foi empenhada. Lembram? Foi a época áurea do BOPE. A criminalidade reagiu e foi aquele caos. Agora, passados alguns anos de uma política de segurança nova, as coisas começam a entrar no eixo da normalidade relativa. Mas, resta bastante crime organizado de pé e...as milícias. Voltando ao início. Quando eu digo que os contribuintes paulistas é que vão pagar esta fatura é porque do governo federal o que se pode esperar talvez seja pouco. Está faltando caixa em Brasília. Aos irmãos paulistas, minha solidadriedade e votos de que tudo acabe lhes saindo bem. Ajscampello

Por Capitão Caverna, em 07/11/2012 às 11:11

No mínimo estranha essa história de bandido rebelar-se contra o sistema! Bandido por acaso tem bandeira política, reinvindicações, propósitos??? Quem ensina bandidos atuarem com técnicas de guerrilha e terrorismo urbano??? E com que propósito??? Mais estranho é que isso só ocorra em perídos eleitorais??? E só em São Paulo, que detém os índices mais baixos de homicídios por 100 000 habitantes do país... Não é estranho??? O Governo Federal corta subsídios para a segurança pública de São Paulo e agora deseja colaborar?

Por fernando f., em 07/11/2012 às 07:58

fazer o q se a lei é contra a paz e a paz é contra a lei. Boa sorte, vai piorar.