Brasil

Por Arthur Lopez, em 14/11/2012 às 06:19  

Senhor ministro, viver honestamente ou ir para uma prisão brasileira?

Tamanho da fonte: a-a+

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (PT), classificou como “medievais” as condições das prisões brasileiras, conforme publicou a Folha de S.Paulo,. “Se fosse para cumprir muitos anos na prisão, em alguns dos nossos presídios, eu preferiria morrer”. A pergunta que fica é: não bastaria viver honestamente?

Segundo o jornal ele diz ainda que “os presídios brasileiros precisam ser melhorados. Entre passar anos num presídio brasileiro e perder a vida, eu talvez preferisse perder a vida. Os seres humanos quando não são tratados como humanos eles se sentem injustamente violentados”.

 




15 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por acir carlos ochove, em 18/11/2012 às 09:41

Interessante, os presidios entraram na ordem do dia, agora que vão ser recolhidos alguns mensaleiros; abs

Por erikssom patos, em 15/11/2012 às 10:47

O ministro disse em outras palavras, implícitas, de que veladamente o estado brasileiro aplica a pena de morte devido o não investimento no sistema prisional. Tem estado da federação que não expande seus presídios desde a década de 1970. O sistema é arcaico e de fato uma universidade do crime.

Por Capitão Caverna, em 15/11/2012 às 07:38

Ah! Muito interessante... É por isso que só os pobres "devem" ir para a cadeia. Corruptos deve, pegar multa, como diria Dias " lambe sacos" Toffoli... A impunidade seria portento institucionalizada! Já pensaram: Olha essa propina, 10% é para o seguro, em caso de eu ser condenado, vocēs sabem... A gente tem que se prevenir... Ė isso ai... O Ministro da Justiça, e um Ministro do Supremo defendendo que se rasgue o código penal, e crie-se um sistema legal especial para políticos, banqueiros e empresários...

Por José Nunes, em 14/11/2012 às 20:43

GOSTEI DESSA TEORIA DO MINISTRO, “Se fosse para cumprir muitos anos na prisão, em alguns dos nossos presídios, eu preferiria morrer”, ISSO SERIA IDEAL E LOGICO, OU SEJA MENOS GASTO PARA A NAÇÃO, SERA QUE A TURMA DO MENSALÃO VÃO ADOTAR TAL PROCEDIMENTO.

Por Antonio Durão, em 14/11/2012 às 11:42

É. As prisões são masmorras porque o PT está no governo há 10 anos e ainda não fez nada. É incompetente ao administrar e burro ao se pronunciar...

Por Paulo Ferreira, em 14/11/2012 às 13:34

@adurao , tem o lance das tuberculoses super resistentes, com as saidinhas dos presidios levam e trazem bacilos e espalham na sociedade, no transporte, na feira, nos cortiços, nos familiares, a discussão que o ministro insiste em negar, é tão ou mais dificil de aceitar do que um simples trocar de governo. 10 anos é muito tempo sem ouvir a sociedade, o PT não ouve, se fechou, isso é perigoso para a democracia.

Por Paulo Ferreira, em 14/11/2012 às 13:26

@adurao , Foi uma resposta tardia, não deveriamos desanima-lo mas incentiva-lo a falar mais, dar detalhes do plano reestrutural, da intenção do ministerio da justiça sobre as reformas, fala ai ministro, fala mais, o que o sr. vai fazer para melhorar a situação ?

Por Prisioneiro do OP, em 14/11/2012 às 11:34

Valorizando a cana do cumpanhêro Dirceu e arranjando uma desculpa para não ter que mandar o nosso futuro Mandela para o xilindró, justificando uma anistia da Dilma. Esses petralhas nunca tiveram vergonha nas fuças.

Por roberto argento filho argento, em 14/11/2012 às 10:31

Advogando (para legislar) em Causa Própria? "Um Gol é uma Brasília Anabolizada" - Automóveis Nacionais para DUMMIES, Editora PQP

Por Jáder Ribeiro, em 14/11/2012 às 09:16

Huumm...depois de 12 anos de governo do PT agora que ele veio notar isso?! Onde será que ele vive?

Por Papa Tango, em 14/11/2012 às 08:52

Ele está apenas justificando a existência do PCC, a famosa facção que age de dentro dos presídios paulistas (apesar de estar se nacionalizando) e, supostamente, defende os direitos dos encarcerados. Petistas se solidarizam fácil com a bandidagem até porque, para ser petista, é preciso ser solidário com a bandidagem que comanda o partido. Porém, o ministro poderia aproveitar que vê na morte uma opção melhor que a cadeia e colocar em pauta a adoção da pena de morte. Como diz o ditado: "bandido bom é bandido morto".

Por mario jota, em 14/11/2012 às 08:40

Senhor Ministro, por que de todo esse palavreado agora? será por que alguns companheiros de partido irão para a prisão e o senhor, antecipadamente, está justificando as manobras para os mesmos não irem para a prisão? Tiveram tanto tempo para melhorar o país e só agora estão lembrando da situação das prisões brasileiras?

Por Prisioneiro do OP, em 14/11/2012 às 08:25

Pois é. Só faltou ele dizer que isso faz parte da "herança maldita" deixada por FHC. Esses panacas do governo petralha são tão sem noção que criticam-se a si mesmos sem notar.

Por erikssom patos, em 14/11/2012 às 07:42

Os brasileiros em geral, e principalmente as autoridades, continuam dando mole para criminosos. O estado está cada vez mais sucateando o sistema prisional, que além de não servir de moradia para os presos ainda serve de universidade da violência. Mas, o mais triste de toda essa historia é que o governo não está nem aí para as vitimas, essas nem se quer são lembradas. - A pior violência contra o ser humano senhor ministro, são as vitimas dos que estão presos, essas sim na sua maior parte perderam a vida, estão debaixo de sete palmos de terra, sem o direito de dar o seu grito de liberdade...

Por acir carlos ochove, em 18/11/2012 às 09:48

@patos muito bem lembrado; aqueles que contribuem com 5 salarios por ano para sustentar o Estado Brasileiro.