Corrupção

Por Observador Diário, em 05/11/2012 às 06:33  

STF manda investigar Marcos Valério

Tamanho da fonte: a-a+

Após ter seu depoimento à Justiça em que cita o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pede o direito a delação premiada revelado, o publicitário Marcos Valério, condenado no mensalão, deve ter sua situação complicada. O STF (Supremo Tribunal Federal) determinou a abertura de investigação para apurar se ele, apontado como o operador do mensalão, realizou tráfico de influência no Banco Central em favor dos bancos Rural e Econômico. Segundo apurou a Folha de S.Paulo, a nova apuração, encaminhada para a Justiça Federal do Distrito Federal, foi decidida em agosto pelo ministro Joaquim Barbosa, após a Procuradoria-Geral da República dizer que há “indícios de que foram praticadas condutas ilícitas” nas gestões feitas por Valério no BC –que avaliava processos de socorros financeiros às instituições.

Saiba mais:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1180251-stf-manda-apurar-acao-de-marcos-valerio-no-banco-central.shtml




6 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por augusto josé sá campello, em 05/11/2012 às 13:15

Boa tarde. Perdão, mas trata-se de notícia requentada. Só não ficou a par do que se passava e passa no âmbito da justiça, tendo por objeto este senhor e suas andanças, quem não o quiz. Há dezenas de processos em curso, egressos da composteira do mensalão. Ou dos mensalões. Ajscampello

Por Delio Nilton Tonin, em 05/11/2012 às 09:28

10 de fevereiro de 1980, uma data maldita em que foi fundada a maior quadrilha da história do Brasil Em 10 de fevereiro de 1980, no Colégio Sion, em São Paulo. Foi fundado “alguma coisa” que era para ser um Partido politico, mas que 32 anos depois vem se revelar a maior quadrilha corruPTa da história do Brasil. O Partido da época, hoje uma máfia corruPTa, surgiu da organização sindical espontânea de operários paulistas, liderados por Luiz Inácio Lula da Silva e outros baderneiros corruPTos, no final da década de 1970, dentro do vácuo político criado pela repressão do regime militar aos partidos comunistas tradicionais e aos grupos de esquerda então existentes. Assim, o PT foi fundado com um viés socialista democrático. O Partido dos Trabalhadores foi oficialmente reconhecido como partido político pelo Tribunal Superior de Justiça Eleitoral no dia 11 de fevereiro de 1982. Com as últimas revelações de Marcos Valério, acrescidos da história já consolidada e julgada pelos ministros do STF, muito em breve teremos o desfecho dessa organização criminosa, uma das mais perigosas do País.

Por Paulo Ferreira, em 06/11/2012 às 16:18

@delio , o PRONA não ecxiste mais como força política, acho que foi depois que o médico teve êxito letal, no caso petista, o partido é maduro, mas essa idade me lembra uma certa cruxificação, morte e ressuscitação. Guardadas as devidas comparações, o PT venceu a ditadura, venceu as urnas, e está perdendo no STF, provavelmente será necessário uma campanha maçiça em cima dessa derrota petista pra ver se acorda os eleitores menos favorecidos intelectualmente. Que tal a gente melhorar as escolas pra ajudar os futuros eleitores ?? Hi, já ia me esqueçendo a geração atual, "cagou" na geração futura ao eleger o Haddad, bom então só há uma saída o KKK entrar em ação. kkk

Por lauro esteves, em 05/11/2012 às 09:04

Talvez agora o STF também descubra como o patrimônio do Marcos Valério passou de 230 mil para 3,9 milhões de 1995 a 2002.

Por Delio Nilton Tonin, em 05/11/2012 às 09:32

@capeto, não somos como os PTistas, se o Azeredo tem o "rabo preso" com essa quadrilha de bandidos que se exploda, vamos exigir a condenação dele tambem, todos os bandidos corruPTos devem ser condenados e presos, independente do partido.

Por Paulo Ferreira, em 06/11/2012 às 16:25

@delio , o Azeredo.. essa sim é notícia requentada, ele já se explicou, já tá tudo certo. Bola pra frente, sobre a reunião da executiva, o assunto girou em torno do graau e complexidade, enem um momento se cogitou expulsão, multa contratual ou qualquer sanção a ser aplicada. De modo que uma coisa foi o mensalão e outra foi um certo caixa já contabilizado e amplamente divulgado a quem de direito.