Brasil

Por Observador Diário, em 12/12/2012 às 11:51  

Condenado, João Paulo chama ministro Barbosa de irresponsável

Tamanho da fonte: a-a+

O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), condenado no julgamento do mensalão, concedeu sua primeira entrevsita após a sentença e disse que pensou em se matar. ele também criticou o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa. Segundo o deputado, o ministro foi irresponsável diante das provas de sua inocência. João Paulo disse que não vai renuinciar.

Veja a entrevista concedida ao colunista Fernando Rodrigues, da Folha de S.Paulo:  http://www1.folha.uol.com.br/poder/poderepolitica/1199748-joao-paulo-critica-presidente-do-stf-e-afirma-que-pensou-em-se-matar.shtml

 

 

 




4 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por Emile Bogdan Durkheim Suchodolski, em 14/12/2012 às 17:58

Análise fria da notícia usando ironia e dialética, vamos lá: O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), -- CONDENADO -- no julgamento do mensalão...... disse que pensou em se matar... ----> Comentário: Se alguém pensou em se matar, e sai dizendo que PENSOU e não o fez, beira a TOTAL e não menos TOTAL falta das faculdade mentais e nem se pode acreditar em algo que provenha dessa pessoa. Afinal, queem realmente quer se matar ou realmente pensa em se matar, o FAZ e não sai falando por ai que PENSOU em tal absurdo. ... ele também CRITICOU o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa... ---> Comentário: Enfim, alguém que não responde pelas faculdades mentais, visto o pressuposto que citei acima, nada menos CRITICA um MINISTRO do SUPREMOS TRIBUNAL FEDERAL... umas das autoridades máximas do Judiciário, que chegam ao cargo, com notório saber Jurídico e reputação ilibada (não que isso seja via de regra para todos os ministros), mas enfim, o ministro Joaquim Barbosa, mostrou gabarito e sabedoria na condução do processo do Mensalão. ... em entrevista concedida ao colunista Fernando Rodrigues, da Folha de S.Paulo: ... ---> Comentário: Valendo-se de todos os pressupostos acima, com um jornal de expressiva tiragem, consegue conceder espaço a um sujeito desse. Conclui-se que Folha está de igual maneira, aplicando expressão a uma pessoa que não possuiu faculdades mentais para ocupar o cargo que ocupa. Enfim, Brasil.... Ziriguidum....

Por Marco Antonio Guimaraes, em 13/12/2012 às 17:55

É um absurdo a mídia ainda dar atenção a esse quadrilheiro, como um corrupto desse pode se achar no direito de ofender ministros do STF, deveria ficar quieto e agradecer a DEUS por não ter pego uma pena maior e é o que merecia. Se o Brasil fosse um país, cujo governo fosse HONESTO, faria o mesmo que a Alemanha fez com o KOLL e imaginem, os valores desviados foram de 2 mil de euros infinitamente inferior aos desvios que ocorrem no Brasil. Tenha vergonha na cara PAULO CUNHA e respeite pelo menos os teus ELEITORES que tu ENGANOU todo esse tempo, e não me enquadro nos que te elegeram.

Por augusto josé sá campello, em 12/12/2012 às 17:32

Boa tarde. Faz parte, como diria Kleber Bam Bam. É o livre exercício do "jus sperniandi". Ajscampello

Por mario jota, em 12/12/2012 às 13:06

Pergunte para a maioria dos brasileiros quem é ou quem são os irresponsáveis.............com certeza absoluta não é o Joaquim Barbosa!!!!!!!!!