Congresso

Por Observador Diário, em 18/12/2012 às 19:21  

Réus querem que STF decida agora sobre prisão

Tamanho da fonte: a-a+

Advogados de defesa temem que o Supremo Tribunal Federal decida durante o recesso sobre a prisão dos condenados no julgamento do mensalão, atendendo ao pedido da Procuradoria Geral da União. Para evitar que seus clientes sejam presos entre o Natal e o Ano Novo, a defesa do ex-ministro José Dirceu, do deputado federal João Paulo Cunha e do ex-presidente do PT José Genoino entrou com um pedido para que a decisão da Corte aconteça agora.

Reservadamente, os advogados temem que Joaquim Barbosa venha a decretar sozinho a prisão dos condenados no processo antes de esgotados todos os recursos cabíveis para a conclusão do caso. Dos 25 considerados culpados pela Corte, 22 deles têm de cumprir pena inicialmente em regime fechado ou semiaberto. Ou seja, terão de, no mínimo, dormir na prisão. José Genoino, por exemplo, foi condenado a 6 anos e 11 meses de prisão em regime semiaberto.

Leia mais no Estadão e no Globo




Nenhuma opinião publicada

O que você tem a dizer?