Internet

Por José Antônio da Conceição, em 01/02/2013 às 08:29  

Ideias não faltam! Falta SISTEMATIZAÇÃO!

Tamanho da fonte: a-a+

No post da Elza ( http://www.observadorpolitico.com.br/2013/01/tragedia-de-santa-mariaa-culpa-e-nossa/ ), encontrei a seguinte sugestão do Acir Carlos Ochove:
—————————————————————————————————————————————————-
Por acir carlos ochove, em 31/01/2013 às 15:20

@zazamir Elza, venho pensando como poderemos fazer chegar os textos e discussões do OP a um grande numero de pessoas, ajudaria muito nossa missão, talvez fazer alguma chamada em outros blogs, estimular os acessos, repetir textos que despertem atenção em blogs como o do Reinaldo Azevedo, encaminhar via @mail, pedir ajuda ao Coordenador do OP. Tenho certeza que melhorando a qualidade das materias os acessos aumentarão muito. A qualidade é fundamental para convencer. Outro ponto importante é não perder o foco daquilo que queremos, ou estaremos jogando fora espaço, tempo e tecnologia, que são muito preciosos, abs
—————————————————————————————————————————————————-
Prezado Acir,
Durante a construção do texto da Constituição-88 a mídia prestou um grande serviço à nação! Cada artigo era mostrado pela mídia e a mídia também explicava como a redação do artigo ia se modificando até que se conseguisse um texto final aprovado por expressiva maioria dos constituintes.

Um constituinte qualquer propunha “inclusão de palavra ou frase”, “exclusão de palavra ou frase”, “modificação por meio de substiuição, de palavra ou frase”. A discussão acontecia nas comissões e depois a votação acontecia em plenário, com defesas verbais a favor e contra as modificações propostas  e então o plenário (devidamente esclarecido) votava.

Um constituinte qualquer também podia propor “supressão total de um artigo”, “modificação total de um artigo por meio de substiuição, de muitas palavras ou frases”. A discussão acontecia nas comissões e depois a votação acontecia em plenário, com defesas verbais a favor e contra as modificações propostas  e então o plenário (devidamente esclarecido) votava.
—————————————————————————————————————————————————-
SIS-TE-MA-TI-ZAR
1  Reunir (elementos) em um sistema; dar ordem ou estrutura de sistema a: Sistematizou as normas sugeridas pela chefia
2  Fazer um apanhado de (ideias, conceitos etc.) transformando-os num corpo doutrinário coerente: “O seu livro não é a história dialética da razão de um homem, sistematizando ou codificando a natureza.” (Guerra Junqueiro, in Raul Brandão, Pobres)
3  Fazer com que (algo ou si mesmo) se torne sistemático, metódico: A direção do museu sistematizou a entrada e saída dos visitantes: Sistematizaram -se vários procedimentos hospitalares
—————————————————————————————————————————————————-
As discussões (de temas relevantes) aqui no OP poderiam ser sistematizadas. Ao final da emissão das opiniões, um texto seria construido mostrando todos os prós e contras, os efeitos da implantação ou não daquela ideia ou sugestão, etc… etc… Os Observadores então iriam “adaptando” este texto sistematizado com sugestões que seriam votadas pelos outros observadores, até que o texto final refletisse o consenso da maioria e, o texto fosse considerado “versão final” exaustivamente discutido e debatido.

Porém, parece que os objetivos dos “donos do OP” não caminham nesta direção! É pena!

José Antônio da Conceição
—————————————————————————————————————————————————-
Tags: Sistematização, Votação, Vontade popular, Ideias, Internet




1 opinião publicada

O que você tem a dizer?

Por acir carlos ochove, em 01/02/2013 às 10:30

Bom dia JAC, enquanto isso os acessos do blog do Reinaldo Azevedo, me parece, alcançaram 32.000.000 em 2012. Fico feliz quando tenho oportunidade de ler e participar, é um jornalista de muito valor, atual, corajoso, implacavel, vem contribuindo para melhorar a democracia no nosso Pais. É combatido ferozmente pelo pessoal associado ao governo, não se intimida. Devemos muito a ele. Belo Exemplo. Vamos insistir jundo ao Xico Graziano, parece sensivel, trabalhador, se estiver impedido, outras alternativas deverão ser analisadas;não podemos desperdiçar tanta inteligencia disponivel disposta a contribuir para a evolução da nossa democracia. A experiencia do nosso ex presidende FHC é fundamental, tem alcance social. Acho que devemos insistir, pressionar, fazer o que for necessario para conseguir alcançar os objetivos que forem definidos. Precisamos manter o foco, é muito importante. abs