Economia

Por José Antônio da Conceição, em 21/02/2013 às 14:47  

Nióbio de novo Zé? Que saco…

Tamanho da fonte: a-a+

Me desculpem, mas sô Mineiro bom de briga Uai! (e muito Brasileiro)

Além do mais, é notícia fresquinha, igualzinho peixe pescado na hora lá pras bandas de Piropora!

Ora… ora…

—————————————————————————————————————————————————-

Comissão de Minas e Energia da Assembléia Legislativa de Minas Gerais deverá, em sua primeira reunião deste ano, decidir sobre o pedido de audiência pública, formulado pelo deputado Rogério Correia (PT), para debater a prorrogação, sem licitação pela CODEMIG, por mais 30 anos, do contrato de arrendamento com a CBMM para exploração da mais valiosa lavra mineral do País e a mais estratégica do planeta.

A renovação ocorreu em 2003 logo após a posse do então governador, hoje senador Aécio Neves. Para se ter ideia do que significou, em matéria de ganho, a renovação para Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), que tem como atividade exclusiva a exploração da mina de Nióbio de Araxá, sem a mina, cessa sua atividade.

Depois da renovação, a empresa vendeu 15% de suas ações por 2 bilhões de dólares, ou seja, levando em conta apenas o valor de suas ações, a empresa valeria hoje 28 bilhões de dólares , valor superior ao que o Estado de Minas Gerais arrecada através de todos os impostos e taxas em um ano.

Esta operação já havia causado desconfiança principalmente nas forças nacionalistas que acompanhavam de perto a movimentação, porque meses depois a CBMM venderia 15% de seu capital a um fundo Coreano, que representa investidores não identificáveis.

“A CBMM tem o capital dividido entre o “Grupo Moreira Sales” e a “Molybdenium Corporation – Molycorp”, subsidiária da “Union Oil”, por seu turno, empresa do grupo “Occidental Petroleum – Oxxi”, muito embora seja fácil deduzir a prevalência do grupo alienígena, pelo histórico do banqueiro Walther Moreira Sales, tradicional “homem de palha” de capitalistas estrangeiros, inclusive de Nelson Aldridge Rockefeller, que tanto se intrometeu na política do Brasil”, afirmou à reportagem do Novojornal o Contra-Almirante Reformado Roberto Gama e Silva.

Acrescentando: “Circula por aí versão segundo a qual só as jazidas de nióbio dos “Seis Lagos” valem em torno de 1 trilhão de dólares. Necessário esclarecer que por sua localização e facilidade de exploração a jazida de Araxá vale muito mais que a “Seis Lagos”.

O Ministério Público mineiro já investigava a renovação sem licitação do arrendamento celebrado pela CODEMIG, porém, fatos recentes noticiados por Novojornal, através da matéria “CBMM vende à estatal japonesa poder de veto sobre o Nióbio”, comprovam também a prática de crime contra a soberania nacional. Trata-se da venda de mais 15% das ações da CBMM, dando poder de veto a uma empresa estatal japonesa.

Novojornal noticiou ainda que tais vendas ocorreram em função do quadro beligerante entre Aécio Neves e Oswaldo Borges da Costa, presidente da CODEMIG, dando início à divisão do que avaliam ser uma fortuna incalculável conseguida e a conseguir através da diferença entre a venda subfaturada e o valor real no exterior do Nióbo.

O Nióbio, riqueza que poderia significar a redenção da economia mineira e nacional, foi entregue, através de operação bilionária e ilegal, a empresa estatal japonesa, Japan Oil, Gas and Metals National Corporation, em parceria com um fundo de investimento que representa os interesses da China.

Este é o final de um ruidoso conflito instalado no centro do Poder de Minas Gerais que vem sendo, nos últimos dois anos, de maneira omissa e silenciosa, testemunhado pelo governador Antônio Anastasia.

Desde 2003 o então governador e atual senador Aécio Neves entregou a condução das principais decisões e atividades econômicas do Estado de Minas a Oswaldo Borges da Costa, que assumiu a função estratégica de presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (CODEMIG), criando um governo paralelo.

Por trás deste cenário artificial operou um esquema de corrupção, que contou com a cumplicidade até mesmo da Procuradoria Geral de Justiça, que impedia a atuação do Ministério Público Estadual, à imprensa mineira jamais foi permitido tocar neste assunto.

Na audiência pública está previsto o comparecimento dos maiores especialistas do setor principalmente os ligados as Forças Armadas que veem promovendo gestões para federalizar, a exemplo da Petrobras, a exploração de Nióbio. Relatórios confidenciais da Abim e da área de inteligência do Exército demonstram como operou o esquema criminoso de subfaturamento montado pela CODEMIG/ CBMM, através da Cia de Pirocloro de Araxá.

A assessoria de imprensa da CBMM, da CODEMIG, do senador Aécio Neves e do Governo de Minas Gerais foram procuradas e não quiseram comentar o assunto.

—————————————————————————————————————————————————-

Documentos que fundamentaram a matéria

Requerimento apresentado pelo deputado Rogério Correia à Comissão de Minas e Energia da Assembléia Legislativa de Minas Gerais

—————————————————————————————————————————————————-

—————————————————————————————————————————————————-

Por lauro esteves, em 20/02/2013 às 14:04

Que tal o Aécinco falar sobre isto:

BANJET, CODEMIG, BANDEIRANTES, IM: RELAÇÕES FAMILIARES E COMERCIAIS

Outra denúncia contra o senador tucano: Aécio usa gratuitamente os jatinhos da Banjet Taxi Aéreo Ltda, para deslocamentos no Brasil e exterior. “Uma cortesia da empresa”, justificou-se na época.

A Banjet fazia parte do grupo do extinto Banco Bandeirantes, sendo seus donos os empresários Clemente Faria e Oswaldo Borges da Costa Filho.

Oswaldinho (como Oswaldo Borges da Costa Filho é conhecido em Minas) é casado com Beatriz Faria Borges da Costa, filha do banqueiro Gilberto de Andrade Faria, que foi padrasto de Aécio. Gilberto, falecido em 2008, casou-se em segundas núpcias com dona Inês Maria, com quem viveu durante 30 anos.

Clemente, morto em acidente aéreo em julho de 2012, é o outro filho do primeiro casamento do banqueiro Gilberto Faria. Clemente, portanto, era cunhado do Oswaldinho, seu sócio na Banjet.

Pois Oswaldinho e Clemente eram sócios em outras empresas, entre elas a Star Diamante Ltda (nome fantasia Starminas), criada em setembro de 2003. Em 4 de fevereiro de 2004, Clemente transferiu todas as suas cotas para Oswaldo Borges da Costa Neto, que já era sócio, e Oswaldinho, a quase totalidade. Costa Neto é filho de Oswaldinho e ficou com 259.999 cotas das 260 mil cotas da empresa.
Que maravilha!




15 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por augusto josé sá campello, em 22/02/2013 às 16:45

Boa tarde. As notícias repercutidas acima podem ser (e podem não ser) um saco de gatos. OU, em linguagem malandra de carioca : uma feijoada. Confusa a coisa. Muita empresa e gente sendo citada. O que pode existir por baixo deste angú? O menino Aécio mecheu com marimbondos, Ele tentou bravamente estimular a atividade de mineração em MG. É claro que ia dar panos para mangas e voar táboa lascada. Também é claro que ali, na zona cinzenta e por baixo dos panos e mesmo debaixo do narigão de Aécio, a turma do "tasca que é meu" ou: "mateus primeiro os teus" tratou de fazer de um tudo para se arrumar na vida. Aécio é santo? Credincruz ! O curriculo amoroso do rapaz é extenso. E a campanha eleitoral está apenas começando. Ajscampello P S Meche? Xs ou ch?

Por roberto argento filho argento, em 22/02/2013 às 23:15

@ajcampello: O verbo é mexer, o Nióbio é o mote; o diabo é o tal de "minas e energia", ninho de gatos que ninguém deslinda, a política esconde mas engorda bolsos que não o meu, o seu ... mas a aposentadoria óóooo!

Por José Antônio da Conceição, em 22/02/2013 às 17:49

@ajcampello Verbo: Mexer, ou no caso da política, remexer como sempre fazem. As mulatas também mexem, com as nádegas e o corpo prá lá e prá cá, sambando. Mexem consigo mesmas... e com os homens! rs..rs..

Por roberto argento filho argento, em 22/02/2013 às 11:43

Eneas era um "maluco beleza"? - de certa forma sim, pois sabia que Nunca teria "a" chance. Seu, talvez maior mérito foi "jogar Nióbio no ventilador. Qual a postura do PSDB com relação ao NIÓBIO ??? - há outras 'terras raras" Estratégicas que não sabemos? ou o PSDB vai deixar que fiquemos sem Respostas Objetivas?

Por roberto argento filho argento, em 22/02/2013 às 11:47

@argento: Há espaço para uma NióbioBras???

Por augusto josé sá campello, em 22/02/2013 às 16:32

@argento Olá Argento. Há diversos outros minérios estratégicos. Alguns são englobados pela categoria das "Terras Raras". Outros, mais esquisitos ainda, são "quase ou semiminerais". Uma tabela periódica pode lhe dar algumas dicas. Tem cabimento uma Nióbiobrás ? De maneira alguma. Já deitei falação aqui no OP a respeito deste Nióbio. Resumindo, penso que vamos chegar atrasados nesta estória. Os "lourinhos de olhos azuis" e aqueles de olhinhos apertadinhos já estão correndo na frente. Inclusive fazendo estas alquimias muderninhas e criando uns sintéticos melhores. Ajscampello

Por erikssom patos, em 22/02/2013 às 08:47

Já entendi, foi bloqueado a postagem de links, mas não adianta, vai ai assim mesmo: JAC comenta pra nós essa matéria ai também... Tem mais matérias, mas já vou te avisando são da esquerda viu ao partido do PT. NIÓBIO: UMA TRAIÇÃO DE LULA? Por Sergio Ferrer 05/03/2008 às 15:14 http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2008/03/413501.shtml

Por erikssom patos, em 22/02/2013 às 09:00

POLÍTICA Lula doa riquezas do Brasil http://www.brasilwiki.com.br/noticia.php?id_noticia=4340

Por erikssom patos, em 22/02/2013 às 08:49

Presta atenção, a questão deste mineiro envolve todos os políticos brasileiras meu chapa. Não adianta ficar puxando sardinha para a lata do governo ai de forma camuflada porque a gente não é bobo da abobrinha.

Por erikssom patos, em 22/02/2013 às 09:02

Onde está escrito a palavra "mineiro", o correto é: minério.

Por Ricardo Froes, em 21/02/2013 às 15:28

http://www.youtube.com/watch?v=G4Q45OdqrZE Rogerio Correia, do PT (de onde mais?), é simplesmente o canalha responsável pela falsificação da Lista de Furnas. JAC é simplesmente o calhorda que reproduz aqui as acusações elocubradas pelo deputado e insiste em dizer que não é petralha, apesar de também botar um adendo ao post, escrito por Lauro Esteves, esse sim, petralha confesso.

Por José Antônio da Conceição, em 21/02/2013 às 15:35

@bobjaniak Puxa! Pensei que vossa fordência (Aldous Huxley) fosse a favor dos fatos verídicos! Mas entendo que vossa fordência é "a favor dos fatos verídicos, dependendo do partido ou do veículo que os relata". Acho que isso tem nome! Vou procurar!

Por José Antônio da Conceição, em 21/02/2013 às 15:06

Êce tar de NovoJorná é bão dimais sô! Si abri o tar de linqui oia só o qui talá: Confira também Léo Burguês acredita que decisão sobre cassação será revertida (o homi vai si safá) PMDB-MG pode levar quinhão na Petrobras (é pra isso qui elis trabaia) Justiça Comum é competente para julgar casos de previdência TRE concede liminar suspendendo sentença que cassou Burguês (num falei?) Collor poderá disputar a presidência em 2014 (Deus nus livri-guardi)

Por José Antônio da Conceição, em 21/02/2013 às 15:10

@joseantonio400 Léo Burguês é vereador em Belo Horizonte!

Por José Antônio da Conceição, em 21/02/2013 às 14:56

Aécinco Lauro Esteves? Quando eu era jovem já tinha utrapassado dez por cento! Faz muiiiiito tempo!