Internet

Por Observador Político, em 11/02/2013 às 06:00  

OP expõe pensamentos díspares e provocativos, diz senador Aloysio Nunes

Tamanho da fonte: a-a+

O OP é plural, provocativo, estimulante. Nele são debatidos com absoluta liberdade, a partir das perspectivas mais diversas, não apenas temas versados usualmente no debate político como outros, ausentes dele, embora de grande interesse para os cidadãos. O Observador Político é um modelo de eficiência na comunicação em rede, que agrega o conhecimento de milhares de pessoas e as coloca em posição de destaque no debate político. Encontro no OP muitas versões dos fatos, que não se limitam à sua divulgação, mas a reflexões revelantes do Congresso Nacional, das disputas partidárias e dos processos eleitorais.

Aloysio Nunes Ferreira
Senador PSDB/SP




21 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por Guilherme Gomes de Souza, em 14/02/2013 às 10:21

Estamos sempre comentando sobre políticos e suas "belas" atividades e dificilmente algum fala algo, querem passar despercebidos por aqui, para que nada afete suas "posições". O Senador Aloysio é diferente. Pelo menos falou algo.

Por Elza A. Cardoso, em 13/02/2013 às 22:56

Bem "release'...

Por Papa Tango, em 11/02/2013 às 14:33

Como os relatos sobre o OP são tomados? Seria assim: - Senador, você pode dar um relato sobre o OP? - Desculpe, minha esposa usa "Sempre Livre". - Não senador, é O-P, aquele site que os tucanos do iFHC fizeram. - Desculpe, não me recordo. - É um site que promove debates políticos. -Puxa, não me lembro, mas escreve aí. O OP é um espaço multipartidário onde opiniões opostas são respeitadas, blá-blá-blá...

Por roberto argento filho argento, em 11/02/2013 às 18:16

@papatango: Pesado!, mas, Na Vêia (pra não confundir com véia)!!!

Por Capitão Caverna, em 11/02/2013 às 21:30

@argento Pois é, nem para eleitores se prontificam a dar alguma explicação... Querem discutir a liberação da maconha, ou a liberação do casamento gay... acho que não compromote e dá IBOPE!

Por lauro esteves, em 11/02/2013 às 14:28

Aloysio Nunes, aquele dos 300 mil?

Por regina helene de oliveira, em 11/02/2013 às 13:28

Senador Aloysio Nunes resumo aqui as questões dos ops(minha interpretação,desculpem-me meninos se não os captei) até o momento presente, aguardando as suas respostas : 1-José Antonio Conceição: O que pensa sobre a figura do suplente? 2-Erikssom Patos: Como resolver o caos da saúde pública? Quais seriam as suas propostas para anular a escalada da violência em nosso país? O Sr. é a favor ou contra o desarmamento? 3-Mario Jota- Por que o partido não é democrático para ouvir os anseios de seus simpatizantes e afiliados? Por que não fazem oposição ao caminho errado atual que leva o Brasil e os brasileiros permanecerem menores?O idealismo dos jovens que vocês foram um dia dissolveu-se pelo deslumbramento do poder? 4-Capitão Caverna Qual seria a sua opinião sobre gente do seu partido agir mal tal qual gente do partido a que pressupomos opor-se? 5-Regina Helene O que pensa sobre o voto secreto? o que pensa sobre o foro privilegiado por prerrogativa de função? Espero que como homem honrado responda por suas convicções e não para agradar ...Espero que responda ao povo que lhe elegeu...Espero que se faça humanamente espontâneo sem calcular as consequências...

Por Ismael Silverio Da Silva silvério, em 14/02/2013 às 11:28

@reco Meu amigo observe minhas propostas política, minha preocupação e também na direção a qual você menciona!. Agora um recado para Barbara Flavia falar com Aécio: Aécio Não se esqueça que sou mineiro de CONTAGÊM, Peessedebista desde minha adolescência e sempre lutei pelo Partido. Todo movimento que vocês fizerem para que um mineiro seja o candidato a presidência da republica pelo PSDB, só estará me favorecendo, converse com quem o cerca e pergunte quem colocou uma faixa na convenção estadual do PSDB de MG com dizeres a chamar atenção de certas atitudes do seu grupo no PSDB Mineiro?.Nos encontraremos em 2013,um abraso

Por mario jota, em 11/02/2013 às 14:59

@reco Vamos lá, vou tentar responder: - Não é que o partido não é democrático, o PSDB não ouve os seus eleitores porque falta aquela sensibilidade que é característica dos tecnicos. Uma entidade tecnica se basta porque se acha sempre certo. Em política estão lidando com pessoas de todas as tendências, de formação diferente, de posses diferentes e por isso deveriam ouvir os anseios dos eleitores e agir pela média. Não fazem oposição dura e contundente porque podem estar com medo da força do governo, afinal são políticos e podem ser pegos em alguma maracutaia, ninguém está livre de alguma atividade errada. Ou, simplesmente se preocupam com seus futuros políticos e temem a rejeição do eleitorado pela força da propaganda negativa do governo. Ou como todo político, gostarm de bajular também. O exemplo típico da falta de compromisso com o eleitorado é o senador Aécio, nos eventos importantes ele some, não marca posição. Aécio deveria andar sempre com o porrete nas mãos, com os olhos vermelhos de sanque e cuspir fogo sempre que for falar sobre o governo. Os meus ideais ainda não morreram, mas está quase.........gostaria que este país chegasse a um nível de prosperidade tecnica, financeira e de justiça. Se livrasse dessa disputa ideológica que emburrece e empobrece os brasileiros. Talvez daquí a 100 anos cheguemos lá...........................

Por Ismael Silverio Da Silva silvério, em 14/02/2013 às 11:32

@mario130852 Meu amigo observe minhas propostas política, minha preocupação e também na direção a qual você menciona!. Agora um recado para Barbara Flavia falar com Aécio: Aécio Não se esqueça que sou mineiro de CONTAGÊM, Peessedebista desde minha adolescência e sempre lutei pelo Partido. Todo movimento que vocês fizerem para que um mineiro seja o candidato a presidência da republica pelo PSDB, só estará me favorecendo, converse com quem o cerca e pergunte quem colocou uma faixa na convenção estadual do PSDB de MG com dizeres a chamar atenção de certas atitudes do seu grupo no PSDB Mineiro?.Nos encontraremos em 2013,um abraso.

Por José Antônio da Conceição, em 11/02/2013 às 10:48

Senador Aloysio Nunes, qual o seu posicionamento sobre a figura do suplente de senador, pessoa completamente desconhecida do eleitor, que toma posse e é diplomado sem ter sido votado? Esta forma de afrontar o povo e a própria democracia irá durar até quando?

Por Ismael Silverio Da Silva silvério, em 14/02/2013 às 11:57

@joseantonio400 Um senador deve ter o compromisso com a nação, e isto se estende a todo seu gabinete,digo pessoas que o ajuda como assessores e demais funcionários, ao ponto que na ausência do mandato ou morte do senador ,seja escolhidos pessoas de suas total confiança para prosseguir os trabalhos sem nenhum prejuízo a nação ate a próxima eleição, isto e o grande papel de um senador.

Por regina helene de oliveira, em 11/02/2013 às 10:22

Bem vindo Senador Aloysio Nunes!Desejamos mais do que um comentário queremos interação e que represente os nossos anseios,vai encarar?

Por erikssom patos, em 11/02/2013 às 09:54

O que está acontecendo senhor senador, o governo tem um monte de obrigações, mas não está cumprindo quase nada delas? O senhor está vendo o que está acontecendo com a saúde? A falta de UTIs, leitos em enfermarias, a quantidade de consultas com especialidades medicas muito aquém da demanda, a quantidade de liberações de exames muito aquém da demanda, enfim estamos vivendo uma saúde publica má gerida, inclusive as OS estão apresentando também as suas falhas grotescas. O que dizer de tudo isso senador? O que dizer sobre a segurança publica senador? E essa criminalidade que não para de crescer, com as taxas de homicídios beirando na media nacional de 30 mortes por cada 100 mil habitantes? O que dizer sobre o desarmamento da população de bem em detrimento da bandidagem que continua armada e nos fazendo de reféns? Que estado é esse senador que deveria proteger a vida do cidadão, mas acaba deixando a mercê da sorte? O que o congresso está fazendo senhor senador para coibir a violência? Poderíamos falar de mais problemas, mas por hora bastam esses... O que o PSDB pensa sobre isso, e qual é a solução para esses graves problemas?

Por Luiz Felipe, em 11/02/2013 às 09:08

Esse pelo menos está revelando coragem de leão de botar a cara e o nome aqui, porque uns e outros já fugiram do pedaço igual o diabo foge da cruz. Espero que continue conosco, enfrentando os froes, os leões e, enfim, todas as feras que habitam o OP sempre que possível.

Por mario jota, em 11/02/2013 às 08:29

Finalmente um político de peso. Acho que a oposição tem o costume de ler o que escrevemos e só não entendo como a reação não ocorre. O pensamento dos eleitores do PSDB é homogêneo e os políticos do partido é que vão em sentido contrário ao que estamos almejando. Os líderes e os políticos do PSDB não agem no sentido do pensamento do partido e sim em interesses particulares. Assim fica difícil fazer oposição. É preciso mais sangue nos olhos, mais ferocidade nas palavras e uma oposição 24 horas por dia e 365 dias por ano. É isso que esperamos dos partidos de oposição.

Por regina helene de oliveira, em 12/02/2013 às 15:35

@mario130852 Jota não é demais o nosso companheiro Lauro?Lauro, peça para o seu senhor , lula, ter vergonha na cara e nos dar explicações de como pôde colocar uma sem qualquer classificação, além da conhecida por todos , dando as cartas em nosso país?Quer ser coronel assuma o ônus por conta própria.

Por lauro esteves, em 11/02/2013 às 14:58

@mario130852 Talvez vc possa nos ajudar e explicar pq quando se fala em Aloysio Nunes, sempre vem Aloysio 300 mil/

Por regina helene de oliveira, em 12/02/2013 às 15:29

@capeto Lauro toma jeito.Como pode falar de alguém(diz que me diz) defendendo outros alguéns já condenados formalmente POR FATOS?

Por mario jota, em 11/02/2013 às 17:53

@capeto Quando o Lula explicar para o país todo o caso com a Rose, procurarei informações sobre isso e te falo.

Por Capitão Caverna, em 11/02/2013 às 08:25

Sou eleitor em SP. Votei Aloysio Nunes para Senador nas últimas eleições, que demonstrou coerência defendendo o legado de FHC. Mesmo assim, acho razoável cobrar explicações do parlamentar, por exemplo em relação ao episódio recente de recondução de Renan Calheiros à presidência do Senado. A blindagem de Marconi Perillo justifica essa desfaçatez, com o PSDB novamente abdicando seu posicinamento d eoposição. Foi para isso que o Sr. foi eleito? Concorda com a manutenção de Mrconi Perillo e Eduardo Azeredo nos quadros do partido? Se não são oposição, porque votar no PSDB?