Brasil

Por Observador Diário, em 22/03/2013 às 09:58  

Milhagem: empreiteiras bancam viagens do cidadão Lula ao exterior

Tamanho da fonte: a-a+

Pelo menos metade da milhagem de viagens ao exterior que Lula acumulou desde que deixou a Presidência foi conseguida às custas de empreiteiras. Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, empresas como Camargo Corrêa, OAS e Odebrecht que têm muitos interesses na América Latina e África são as financiadoras da maioria das viagens do ex-presidente a esses continentes. A assessoria de lula justifica dizendo que as viagens dele são de interesse do Brasil.

Veja a reportagem da Folha.




5 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por regina helene de oliveira, em 22/03/2013 às 18:21

Por lá -África : duas tacadas de uma vez só- cuida do investimento alheio e do seu.Quanta imaginação maldosa eu tenho-o salvador tá cuidando do interesse do povo brasileiro como um diamante.

Por mario jota, em 22/03/2013 às 14:36

Lula é um caso raro de brasileiro: não tem nenhuma despesa, só fatura. Assim qualquer um fica milionário.

Por Ricardo Froes, em 22/03/2013 às 11:56

O que pode ter Lula a dizer que valha cem mil dólares? “O futuro será melhor amanhã”? “Pelotas é uma cidade-polo... exportadora de viados”? “Minha mãe nasceu analfabeta”? Tá na cara que o que ele vende é a sua influência no governo. E tem mais, com o nosso dinheiro, já que o BNDES, faz empréstimos a rodo às construtoras brasileiras que trabalham na África e estas, por outro lado, pagam regiamente a Lula para fazer conferências por lá, como ocorreu na semana passada, na viagem de seis dias que terminou anteontem, Ele fez duas palestras pagas pela Camargo Corrêa, OAS e Odebrecht.

Por erikssom patos, em 22/03/2013 às 10:33

Se o Lula der um pum também é de interesse do país, se ele beber um gole a mais de cachaça também é de interesse do país!... Sinceramente somos os burros mais burros que carrega carga sem sentir... Para nós brasileiros virarmos burros só falta nascer penas!

Por lauro esteves, em 23/03/2013 às 12:00

@patos Enquanto isso a Dilma fatura.