Comunicação

Por Gabriel Rossi, em 19/03/2013 às 17:05  

Só sustentabilidade é pouco para novo partido de Marina Silva

Tamanho da fonte: a-a+

A ex-senadora Marina Silva lançou em fevereiro o seu novo partido – Rede Sustentabilidade –, nome escolhido a partir de sugestões de internautas. Com a legenda, Marina não descarta a possibilidade de concorrer novamente à presidência da República em 2014. Nenhuma novidade …

Pergunto: A marca da ex-senadora não é  definida demais na ideia de sustentabilidade? Isso pode ser válido para os seus eleitores mais fiéis. Mas e para a conquista de novos votos? Afinal, todo político precisa ampliar seu eleitorado para ganhar qualquer eleição, não é verdade?

Quando um político tem uma bandeira muito enraizada é mais difícil se diferenciar, pois o eleitor acredita que não há novidades a serem apresentadas. O atual eleitor (ainda não maioria) é moderno, cada vez mais digital e com uma voz que antes não possuía. Trata suas opções políticas de modo similar a um investidor na Bolsa de Valores.  O chamado “neoeleitor” quer ser surpreendido positivamente e cada vez mais depositará interesse num portfólio restrito de políticos com propostas dinâmicas, visionárias e criativas. Se o político já possui bandeira fincada, precisa arrancá-la. O novo eleitor quer ser levado para novas estradas. Não é uma indicação, claro, para o candidato ser volátil. Mas ele precisa, sim, estar em constante movimento, precisa ser dinâmico. Não basta ser diferente, é preciso continuar sendo diferente.

Marina terá de ampliar horizontes e buscar diferenciais. Mesmo tendo um grande capital político, baseado na ética, a possível candidata terá sérias dificuldades em se eleger para qualquer cargo executivo.




6 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por Elton Luis Gouvêa, em 11/04/2013 às 18:50

Eu acho legal a Marina continuar com esse MONO discurso ambiental. Ela concientiza, faz estrago na base do PT e principalmente, não atrapalha a oposição............

Por Guilherme Gomes de Souza, em 20/03/2013 às 09:10

O tema sustentabilidade/meio ambiente deveria ser prioridade no mundo, mas não é. As pessoas estão muito mais preocupadas com realizações pessoais do que com a sociedade. Tudo está girando em torno de poder e dinheiro. O PT foi e é o maior exemplo disso. Já vivemos no país uma ditadura implícita, em que a própria sociedade está mergulhada em brumas e é a maior vítima. Marina precisa melhorar e ampliar seu discurso. Infelizmente político honesto dificilmente ganha eleição.

Por erikssom patos, em 20/03/2013 às 09:26

@mendes, mas o tema é o assunto da ordem do dia no mundo e no Brasil, tanto é que faz parte da maioria dos discursos políticos daqui e em toda parte do planeta, se executam as ideias é outra coisa, mas que a fala é dominante a lá isso é. Tem alguma coisa errada com a preocupação com a realização pessoal? Por que uma pessoa que se preocupa em realizar pessoalmente tem que se equiparar com um partido corrupto como o PT? Outra coisa, mesmo os membros de um partido deste querendo se dar bem na vida por meio da politica, portanto individualismo, isso não significa que o individualismo é coisa ruim, pelo contrario, o coletivismo é que é utilizado pelos políticos de plantão para fazer gadinho pastar e não sair do piquete. Sinto muito bem com o individualismo e a liberdade, ao passo que temo o coletivismo e o chavão utilizado para me colocar um cabresto chamado bem comum e justiça social.

Por erikssom patos, em 20/03/2013 às 08:57

Rede de sustentabilidade do ELEFANTE BRANCO. Seria melhor dizer logo a verdade os eleitores continuam os mesminhos de sempre gostam de ouvir um punhado de lorotas para boi dormir e levarem no lombo um estelionato eleitoral. Com esse sistema politico não há como fugir do fisiologismo, daí talvez o significado de sustentabilidade da rede, sustenta daqui, sustenta dali, segura de lá, e assim vai levando os trouxas que pagam impostos para sustentar essa cambada de parasitas que só querem mamar nas tetas do estado baba. Moderno uma ova continuamos mais bestas ainda só porque inventam novos discursos e achamos os tais!

Por mario jota, em 19/03/2013 às 19:10

Sustentabilidade com os egressos do Psol? e mais alguns radicais? Ou vai ser aquela salada de políticos de todos os matizes? Acho que Marina tem de definir o que significa essa Rede de Sustentabilidade. Até o momento, niguém entendeu nada.

Por mario jota, em 19/03/2013 às 19:11

@mario130852 ..ninguém