Brasil

Por Observador Diário, em 01/04/2013 às 06:05  

A ética de resultados de Dilma

Tamanho da fonte: a-a+

A presidente Dilma Rousseff que, em 2011, “varreu” do Planalto o que referiu como “lixo”, volta a integrar no seu governo nomes como Carlos Lupi (PDT) e Alfredo Nascimento (PR). O colunista Josias de Souza, da Folha de S.Paulo, traça um perfil sobre a ética de resultados de Dilma e seu medo pela cobrança de coerência nas nomeações.

Leia o artigo no blog.




5 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por milton valdameri, em 03/04/2013 às 03:43

Ética de resultados ou os resultados da falta de ética?

Por Fernando Augusto Rodrigues da Costa, em 01/04/2013 às 19:20

Até quando vão criar ministérios para abrigar essa "base aliada", que não para de crescer? A presidenta tá comprando partidos como que vai à feira. É uma pouca vergonha. E nós é quem pagamos o salário desses aproveitadores. No Brasil de hoje, o grande negócio é montar um partido e vender para o governo.

Por lauro esteves, em 01/04/2013 às 14:15

Quantos ministérios teria levado o DEM se o Serra fosse o presidente???? kkkkkkkkkkkk

Por roberto argento filho argento, em 01/04/2013 às 09:46

Texto do blog: Dizem que o Brasil tem memoria curta. Dilma Rousseff parece apostar que o Brasil não tem mesmo é muita curiosidade. Em 2011, difundiu-se a versão segundo a qual Dilma ficou irritada com os malfeitores dos seus ministros. Súbito, descobre-se que a irritação da presidente é como cachorro que corre atrás de carros. Persegue seus alvos por algum tempo. Dá a impressão de que vai estraçalhá-los. Mas logo desiste. Em 2011, Dilma “varreu” da Esplanada Carlos Lupi (PDT) e Alfredo Nascimento (PR). Agora, reconcilia-se com o “lixo”, manda a irritação para a reciclagem e torce para que a plateia não cobre sua incoerência. Afinal, apenas segue a tradicão, adotando a ética de resultados de Max Weber, na tradução de FHC. Que já havia encantado o padrinho Lula. Após acertar-se com Lupi, que acaba de terceirizar o Ministério do Trabalho ao cupincha Manoel Dias, Dilma tentará recompor-se com Alfredo e sua turma nesta semana. A presidente se dispõe a devolver a pasta dos Transportes ao PR. Discute apenas o nome. Dilma quer o ex-senador Cesar Borges (BA). O partido prefere um deputado, Sugere Luciano Castro (PR-RR). A presidente deve reunir-se também com a galera do PTB, que aproveita a temporada para tentar beliscar uns cargos. De resto, Dilma espera decidir nos próximos dias se entrega ou não a recém-criada pasta das Micro e Pequenas empresas ao PSD de Gilberto Kassab. Dilma dispõe de pesquisas que atribuem parte de sua popularidade à imagem de cachorro que corre atrás de carros. Se pudesse, morderia os pneus. Mas Lula aconselhou-a a olhar por cima dos partidos e seus líderes. Procedendo assim, ela enxerga o tempo de tevê, não a reputação de cada um: 1min10s do PR, 44s do PDT, 38s do PTB, 1min39s do PSD… já vi isto em outros Carnavais e, meu bolso continua vazio.

Por erikssom patos, em 01/04/2013 às 08:02

Enquanto isso, no saguão do salão principal os serviçais carregam o piano! - Quem é o cantor?!