Opinião

Por José Antônio da Conceição, em 16/04/2013 às 12:24  

Hipocrisia é isso, senhores do PSDB?

Tamanho da fonte: a-a+

Lá no Congresso em foco (para a mídia)  elle diz isso (artigo aí embaixo). Por detrás, principalmente aqui no OP, ele faz propaganda da candidatura do Aécio diuturnamente, lançando posts e mais posts!

Eita PSDB… hein Jader?  (e outros também)…

—————————————————————————————————————————————————-

Marcus Pestana Marcus Pestana

É impressionante como as discussões sobre as eleições de 2014 ganharam inesperada, frenética e, até certo ponto, artificial velocidade. Diferentemente de outras épocas, quando as cartas só iam para a mesa e os blocos para a rua no ano da própria eleição.

Muito disso se deve à curiosa precipitação imposta por Dilma, Lula e o PT desde o final de 2012. A partir daí, qualquer gesto de Dilma, Aécio Neves, Eduardo Campos e Marina Silva tem sido tratado como de natureza eleitoral. Isso a 18 meses da eleição.

A dinâmica nacional contaminou os quadros regionais. Em Minas, contrariando todas as tradições e características da política mineira, a sucessão de Anastasia (PSDB) ganhou as ruas e as páginas da imprensa, de forma inédita e um tanto irracional. Fernando Pimentel (PT), que tinha dúvidas em se posicionar como candidato, lançou ofensiva no horário eleitoral, iniciou circuito de palestras no interior e chegou a colocar “outdoors” nas ruas de Montes Claros, assumindo de vez a condição de candidato do PT.

Por seu lado, o PMDB lançou o nome do senador Clésio Andrade, que procura seduzir, em Brasília e no interior, lideranças municipais.

Desde 2002, um amplo leque de forças formou-se em torno da maior liderança política mineira, o senador Aécio Neves. Ganhamos todas as últimas três eleições. Temos o governador Anastasia no comando do estado.

O bloco liderado por Aécio e Anastasia, no tempo certo, lançará forte alternativa, alavancada pela candidatura presidencial do senador, pela boa avaliação do governador e por ampla coligação. A movimentação dos potenciais adversários introduz pressões localizadas por gestos precipitados e ações ineficazes. Precisamos ter habilidade e sabedoria. O ano de 2013 é de fortalecer Anastasia e seu governo, colhendo os frutos das sementes plantadas. Nada se decidirá antes de se ter clareza sobre qual papel Anastasia desempenhará em 2014 e, principalmente, antes da consolidação da arquitetura política que dará sustentação à candidatura presidencial de Aécio. Portanto, não há outro caminho para pré-candidatos, bases no interior, aliados: caldo de galinha, paciência, Lexotan e visão de grupo.

Nomes não nos faltam. No PSDB, temos o presidente da Assembleia, Dinis Pinheiro, o deputado e secretário de Ciência e Tecnologia Nárcio Rodrigues, o secretário de governo Danilo de Castro, os secretários Fuad Norman e Renata Vilhena, o ex-governador Eduardo Azeredo, o ex-ministro e ex-prefeito de Belo Horizonte Pimenta da Veiga, entre tantos outros. Nos partidos aliados, temos, no PP, o vice-governador Alberto Pinto Coelho e o ex-prefeito Odelmo Leão; no PSD, os deputados Marcos Montes e Alexandre da Silveira; no DEM, o deputado e secretário de Obras Carlos Melles e o deputado Lael Varella, para citar só alguns.

Temos que organizar um movimento suprapartidário e desencadear ações coletivas e unificadas. É inútil atropelar a realidade. Como a sabedoria popular mineira já ensinou, não adianta passar o carro na frente dos bois, e quem se apressa come cru.

FONTE:
http://congressoemfoco.uol.com.br/opiniao/colunistas/o-ano-de-2014-e-a-sucessao-em-minas-gerais/




6 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por José Antônio da Conceição, em 16/04/2013 às 16:50

Ei Jader! Notou que o Pestana (no texto) esqueceu de citar o Loriaga Leão como candidato?

Por Jáder Ribeiro, em 16/04/2013 às 15:06

"Quero adentrar pela questão da inflação e dizer a vocês que a inflação foi uma conquista desses dez últimos anos do governo do presidente Lula e do meu governo"!!! Ei Zé, ela disse mesmo isso???

Por José Antônio da Conceição, em 16/04/2013 às 16:34

@jader Já respondi lá no seu post Jader! (pelo menos é assim que está publicado em algumas mídias). Sacanagem como sempre!

Por augusto josé sá campello, em 16/04/2013 às 14:56

Boa tarde. Na política, que estes senhores insistem em praticar como sempre o fizeram, sempre há umas figuras que, a princípio, podemos julgar curiosas ou deslocadas. Mas nem sempre são assim. Podem ser porta vozes, fabricantes de factóides, levantadores de balões de ensaio, etc. O articulista não está dizendo nada de novo. E não está se arriscando no terreno incerto da casa das cuias na qual bases e baseados trabalham para podar os partidos em trabalho de parto, os nanicos que vendem segundos de TV, e aqueles que já têm précandidatos estreantes. Mas, amigo JAC, do boi só não se aproveita o berro final. Desta fase antecipada de eleições presidenciais, aproveita-se muito pouco. O esquema é não dar muita atenção ao berreiro e ficar atento ao que não é dito, entrelinhas, etc Para o degas aqui, a frase/idéia mais importante até agora é atribuida a Da. Dilma : Em campanha eleitoral você pode pintarte bordar... Ajscampello

Por Jáder Ribeiro, em 16/04/2013 às 13:28

Vc deve conhecer o Marcos Pastana, eu não sem nem quem ele é!! Mas se ele se manifesta aqui no OP, e, em favor do Aécio, eu aposto que deve ser na forma de promoção pessoal e não como propaganda política como vc está dizendo! Faça uma pequena pesquisa pra saber diferenciar propaganda eleitoral de promoção pessoal, só perde uns minutinhos e é pra vida toda!

Por José Antônio da Conceição, em 16/04/2013 às 13:52

@jader Não o conheço pessoalmente! Sei que foi professor aqui em Belo Horizonte, porque uma aluna dele referiu-se a isso em comentário, uns meses atrás. Me parece (não confirmei) que ele é o presidente do PSDB de Minas (ou de algum diretório, sei lá). Só sei que o cara anda falando abobrinhas demais para o meu gosto e tendo uma atuação junto ao público (na mídia) muito parecida com a atuação de "dono do gado se dirigindo ao gado" (gado que obedece, não reclama, não questiona mas, fornece leite, carne, couro, chifres para os berrantes e muita proteína para fabricar as gelatinas! Mais recentemente o campello informou aqui no OP que o sebo do gado está sendo utilizado na fabricação do biodiesel também! É isso que todo político deseja! (gado manso, obediente e lucrativo).