Brasil

Por Observador Diário, em 19/04/2013 às 09:55  

Inflação em alta: culpa das domésticas e do tomate?

Tamanho da fonte: a-a+

De acordo com a Folha de São Paulo, o custo dos empregados domésticos por conta da nova lei e do tomate a inflação apresenta alta em abril. É o que aponta o estudo do IBGE.

Veja o texto da Folha:

“Prévia da inflação oficial, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15) acelerou levemente em abril e subiu 0,51%, após alta de 0,49% em março, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (19).

Os principais responsáveis pela alta foram empregado doméstico e tomate, segundo o IBGE, com um impacto individual de 0,05 ponto percentual cada um no índice do mês. Juntos, ambos representaram praticamente um quinto do IPCA-15 de março.

Apesar de a inflação do tomate ter subido de 9,99% em março para 16,62% em abril, a taxa do grupo alimentação e bebidas desacelerou, indo de 1,40% em março para 1,00% em abril. Embora tenha crescido menos, o grupo registrou a maior taxa no mês.”

Leia mais: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/04/1265315-ipca-15-sobe-051-em-abril-e-acumula-alta-de-651-em-12-meses.shtml

 




6 opiniões publicadas

O que você tem a dizer?

Por Victor Castro, em 21/04/2013 às 16:25

De quem é a culpa?: http://www.observadorpolitico.org.br/2013/04/o-ciclo-virtuoso-da-economia/

Por mario jota, em 19/04/2013 às 22:37

Dilma e Lula sabem como resolver essa parada. Mas não irão fazer nada porque suas promessas e seus feitos é que provocaram toda essa confusão na economia. Cortes de custos é que não vão fazer: já imaginaram aplicar torniquete nos gastos com pessoal? com os gastos em todo tipo de bolsa? e não se esqueçam que ainda temos a Copa e Olimpíadas. A coisa ainda vai piorar muito antes de melhorar.

Por roberto argento filho argento, em 19/04/2013 às 16:39

Se a culpa é das domésticas ou do tomate eu não sei.Mas sei que num orçamento onde não cabe a compra de uma cama à vista, cabe, perfeitamente, a compra de um automóvel "em suaves prestações" . . .

Por augusto josé sá campello, em 19/04/2013 às 14:57

Boa tarde. Penso que é extraordinário que a mídia, supostamente inteligente, fique repercutindo as informações liberadas e realçadas pelo governo. Gente! O rol de produtos e serviços cujos preços finais ao consumidor vinham subindo e alguns disparando ladeira a cima é muito extenso. A massa de moeda colocada ao dispor do crédito é muito grande. Velhas e novas distorções passaram a cobrar o almoço. Aquela maçaroca que andou na mídia, chamada de custo Brasil, está cobrando o jantar. Estados e Municípios estão endividados e sem ter como pagar as contas ou sequer sonhar em investir Chega ou querem mais? Olhem. O FHC tentou bravamente. Errou e acertou. O primeiro mandato do PT acertou e errou menos em relação ao segundo. A Da Dilma está errando feio. Mas, é temporada eleitoral. Ajscampello

Por erikssom patos, em 19/04/2013 às 10:34

Já há muito tempo atras eu cheguei a pensar que não ia ver essa novela novamente no Brasil, mas ledo engano meu, estou novamente assistindo de camarote o ressurgimento de potenciais fiscais do Sarney e da velha Sunab! - Ia esquecendo, o ressurgimento da lei delegada também!

Por erikssom patos, em 19/04/2013 às 10:35

A Dilma até que podia pedir uma adjuda ao velhinho do maranhão!