Políticas Sociais

Por , em 18/04/2013 às 21:29  

Internação psiquiátrica e a militância seletiva

Tamanho da fonte: a-a+

No dia 10 de abril de 2013 a Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde publicou a Portaria 361 habilitando hospitais em quatro estados a receberem pacientes em leitos específicos para Dependência Química (álcool, crack e outras drogas). O estado do Rio Grande do Sul, habilitou 99 leitos em diversos hospitais espalhados por todo o estado, seguidos de São Paulo que habilitou 20 leitos em Campinas , Rio de Janeiro 14 leitos, sendo 10 em Resende e 7 em Valença e Pernambuco 7 leitos em Caruaru. A internação de dependentes químicos é tema sensível ao Conselho Federal de Psicologia e fóruns populares de alinhamento à esquerda. Entretanto o Rio Grande do Sul estado administrado pela administração petista foi justamente o estado que mais criou leitos que destinam-se também á internação compulsória.

Leandro C S Gavinier

gavinier@gmail.com

@leandrogavinier




Nenhuma opinião publicada

O que você tem a dizer?