Opinião

Por José Antônio da Conceição, em 28/04/2013 às 15:25  

O Alienígena e os Alienados. [censurado]

Tamanho da fonte: a-a+

Outro dia meu amigo Campello se denominou alienígena, numa espécie de metáfora bem interessante. Num grupo que emitia opiniões sobre “o que é o dinheiro” o Campello disse que ficássemos nós, discutindo aquilo, por que ele (alienígena) se ausentaria da discussão.

Considerei interessante a posição do Campello: Sendo um ser humano normal e inteligente, ele se recusava a ficar no meio de um grupo de pessoas (também inteligentes) mas, que sempre demonstravam e continuam demonstrando não se importar com seu posicionamento completamente alienado, alienados (todos elles, porque me excluí imediatamente) na exata definição (e conceito) fornecidas pelo Aulete:

—————————————————————————————————————————————————-

Alienado (a.li:e.na.do)  adjetivo.
1 - Que se alienou; que foi objeto de alienação; cedido a outrem, transferido ou vendido.
2 - Diz-se de pessoa que não se interessa pelos acontecimentos do país ou do mundo, ou que não tem conhecimento da realidade social.
3 - Diz-se de pessoa perturbada mentalmente e afastada da sociedade ou do convívio considerado normal.; DOIDO; LOUCO
4 - Diz-se de quem está apartado, afastado, desinformado; sem vínculos, envolvimento ou interesse: isolou-se, alienado de tudo e de todos
5 - Que não tem consciência da verdadeira natureza dos processos sociais e sua inserção nestes, ou dos conflitos entre classes e da exploração de certas classes por outras

s.m.
6  Pessoa alienada (2, 3, 4, 5).

[F.: Do lat. alienatu (m).]

—————————————————————————————————————————————————-

Lembro-me também de post recente do Victor Castro (Slajov Zizek e o Marxismo que saiu do armário), post no qual – estranhamente – não foram admitidos comentários. Neste post o Victor Castro afirma que os Marxistas de hoje são Hegelianos, pois “(…) Através de um método cognitivo que limita a percepção da realidade a uma estrutura social dividida em classes, os marxistas deixam passar, tal como um aspirador de pó, as sutilezas das relações intersubjetivas, de um modo tal que o mundo deles se torna apenas bicromático (dominantes x dominados).”

Muito engraçado, pois é justamente na maioria das relações intersubjetivas com que os agentes econômicos fortes se relacionam com os (também) agentes econômicos mais fracos que é percebido a perversidade do sistema capitalista selvagem, que realimenta a existência de pessoas que comandam por meio do poder econômico e de outras completamente dependentes que cumprem estes comandos sob pena de não lhes ser permitido o direito à vida mais básico que existe: a alimentação (morrerão de fome).

Estranhamente, estão existindo inversões esquisitas. Aproveita-se a fala dos outros debatedores e até de pensadores renomados (que afirmam a existência de dominantes x dominados) e, insere-se esta mesma afirmação num contexto em que a relevância da existência do fenômeno fica relegada a um papel pequeno, insignificante, quase inexistente!

Correto, novamente está meu amigo Campello, quando afirma que estamos vivendo “tempos difíceis”. JAC

—————————————————————————————————————————————————-

Será que “direitistas” e “Liberais” de plantão conseguem (sem falaciar) explicar a razão do fenômeno que citei? JAC

Post Scriptum

Este post (publicado via blog) está “fechado” para emissão de comentários!
Porém, enquanto existirem outros posts abertos, as opiniões e os comentários podem ser publicados nestes, fazendo referência a este post censurado!

É ou não é “digna de aplausos” a decisão “super inteligente”?

Para alcançar o objetivo do censurador, o OP passará a ser o lugar das “discussões que não aceitam comentários”. Resumindo: Todas elas serão fechadas e a plataforma PERDE sua funcionalidade e intenção inicial. Morre simplesmente (morte deliberadamente provocada).

Ela se transforma em algo parecido com a mídia que já temos: Escreve-se e pronto! Não existe retorno. A opinião contrária e o debate não interessam!




Nenhuma opinião publicada

O que você tem a dizer?